31/01/07

Assim como assim

O puto sempre conheceu pessoas que não gostam de trabalhar e que inventam qualquer desculpa ou subsídio para viver à custa de quem realmente trabalha e faz andar este país.
Contudo, desta foi diferente. Calhou ser um amigo de longa data a mostrar tal atitude. Licenciado, revolucionário, solidário. Este amigo vindo de uma depressão por não encontrar emprego, finalmente conseguiu. Chegou a estar animado. "Com o dinheiro, quem sabe, um carrito?" Uns meses mais tarde, o animo tinha passado a nova depressão pela rotina e stress. Na actual conjuntura, despediu-se... "Não faz mal, assim como assim, vou receber o subsidio de desemprego". Foi este conformismo masoquista, de quem vem de uma depressão por não encontrar trabalho, que espantou o puto. Mas, quem pága o subsídio? O Estado. E quem pága ao Estado? São pessoas iguais a ele, que, contentes ou não, vão trabalhar todos dias. O puto não está aqui para condenar ninguém. Mas, se queremos igualdade temos de trabalhar por ela.

1 comentário:

crazyperfect AKA h@lux disse...

Assim como assim, mais vale relatar do que ficar calado.

Força camarada!